Cyberbullying é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis, praticados por um indivíduo, ou grupo, com a intenção de prejudicar outrem. Esta prática tem vindo a tornar-se mais comum na sociedade, sobretudo entre os jovens.
O "cyberbullying" pode ser tão simples como continuar a enviar e-mails para alguém que já disse que não querem mais contato com o remetente, ou então pode incluir também ameaças, comentários sexuais, rótulos pejorativos, discurso de ódio, tornar as vítimas alvo de ridicularização em fóruns ou postar declarações falsas com o objetivo de humilhar.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cyberbullying

Cyberbullying é a forma virtual de praticar Bullying utilizando ferramentas da Internet (emails, msn, facebook…) e de outras tecnologias de informação e comunicação, móveis ou fixas, com o intuito de causar mal estar, maltratar, humilhar... É uma forma de ataque que ultrapassa em muito os muros da escola, ganhando dimensões incalculáveis.


De acordo com Barbosa (2009) "ciberbullying ou Bullying virtual é uma das formas mais agressivas de Bullying. Os ataques ocorrem através de ferramentas tecnológicas como celulares, filmadoras, máquinas fotográficas, Internet e seus recursos (e-mails, sites de relacionamentos, vídeos). Além da propagação das difamações serem praticamente instantâneas, o efeito multiplicador do sofrimento das vítimas é imensurável. O ciberbullying extrapola, em muito, os muros das escolas, e expõe a vítima ao escárnio público. Os praticantes dessa modalidade de perversidade também se valem do anonimato e, sem qualquer constrangimento, atingem a vítima da forma mais vil possível."

Fonte - http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/noticia/noticia.asp?cod_noticia=15334&cod_canal=41